domingo, 13 de março de 2011

Modalidades da Dança

Espada: Simboliza o elemento terra e enfatiza a mulher guerreira. A bailarina demonstra calma e confiança ao equilibrá-la em diversas partes do corpo. Combina os movimentos da dança com o manuseio desse instrumento. Dança apropriada para apresentações que objetivam enfatizar a técnica e a força da bailarina. Figurino tradicional (top e saia).

Punhal: Simboliza o elemento terra e é uma variação da dança com a espada. O desafio para a bailarina não é a demonstração de técnica, mas sim a de sentimentos. Dança interpretativa com movimentos lentos. Figurino tradicional (top e saia), admitindo uma variação tribal (top e calça). 

Véu: Simboliza o elemento ar e é de origem ocidental norte-americana. É extremamente popular, e mesmo os leigos na Dança do Ventre costumam entendê-la e apreciá-la. Enfatiza a feminilidade e mistério, evoca imagens do deserto, como a areia movimentada pelo vento. Dança versátil, apropriada para vários tipos de evento. Figurino tradicional (top e saia). 

Candelabro: Elemento original egípcio utilizado no cortejo de casamento, para iluminar a passagem dos noivos e dos convidados. Dança-se, atualmente, como uma representação deste rito social, utilizando o ritmo zaffa. Simboliza o elemento fogo e deve ser apresentada com iluminação especial (penumbra). Vestido ou figurino tradicional com ventre coberto. 

Taça e vela: Variação ocidental da dança com candelabro, a bailarina realiza os movimentos segurando uma taça de vidro em cada mão, com vela acesa em seu interior. Dança em ritmo lento, com movimentos que enfatizam a luz proporcionada pela vela. Para isso, necessita-se de iluminação especial (penumbra). Simboliza o elemento fogo. Figurino tradicional.

Jarro: Simboliza o trajeto das mulheres em busca da água, o elemento representado. Dança marcada pela alegria e inocência da criança, apropriada para batizados e festas infantis. As danças folclóridas normalmente retratam os costumes ou rituais de certa região e por isso são utilizadas roupas diferentes das da dança do ventre clássica. O figurino adequado para esta dança são as túnicas.

Bastão ou bengala: Dança folclórica do sul do Egito, podendo ser dançada com bastão simples ou duplo. Simboliza o elemento terra e representa a atividade rural do pastoreio ou a força das lutas. Os movimentos possuem muitos pulos e exigem habilidade da bailarina. O figurino para esta dança é o vestido (moderno) ou as túnicas (folclórico). 

Pandeiro: Dança dos ciganos do Antigo Egito. O pandeiro é um acessório cênico utilizado pela bailarina enquanto dança e é tocado apenas em alguns momentos para fazer as marcações da música. As músicas alegres, animadas, ritmadas e bem marcadas. O figurino é o vestido ou o tradicional (top e saia). 

Snujs: São címbalos de metal, usados um par em cada mão. Um deles se prende ao dedo médio e o outro ao dedão por meio de um elástico. Representam o elemento ar e eram utilizados nos Festivais dos Deuses pelas sacerdotisas nos antigos templos, no Egito. Este instrumento de percussão, quando tocado, traz vibrações positivas e retira maus fluidos do ambiente (miasmas). Figurino tradicional (top e saia). 

Khalige: Dança dos países do golfo pérsico. É caracterizada pelo uso de uma bata longa e fluida e por intenso uso dos cabelos. Caracteriza-se por uma atmosfera de união familiar ou fraterna entre as mulheres presentes. Dança-se com ritmos do golfo, principalmente o soudi.

Um comentário:

  1. Muito interessante, esclarecedor. Peço que publique mais artigos como esse, para nosso aprendizado.

    ResponderExcluir

O Studio Lisa Lima agradece seu comentário!