segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Estúdio Lisa Lima desvenda os mistérios das pirâmides egípcias com o espetáculo Pirâmide Sagrada

 

Campo Grande (MS) - O Estúdio Lisa Lima de Dança do Ventre, em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, realiza no sábado (15 de agosto), às 19 horas, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo, o espetáculo “Pirâmide Sagrada”. A duração aproximada é de 120 minutos e a classificação é livre. 
 Uma pirâmide é o símbolo da união entre o céu e a terra. As pirâmides, saindo da terra apoiadas em sua base quadrada e elevando-se ao céu em triângulo, simbolizam e exprimem de forma magnífica o anseio de todo homem ao espírito. 

Uma das três pirâmides mais famosas está no planalto de Gizé, na margem esquerda do Rio Nilo, próximo à cidade do Cairo. Porem, existem 138 pirâmides redescobertas, em todo o Egito, remanescentes do Antigo e Médio Império, muitas delas não conservadas. 

Eram templos mortuários para os faraós e suas concubinas, principalmente para sacerdotes e nobres mumificados. O fato de os túmulos serem tão grandes no Egito seria o reflexo da rígida organização teocrática que regia aquele povo. 

Para os egípcios, a pirâmide representava os raios do sol, brilhando em direção à Terra. Todas as pirâmides do Egito foram construídas na margem oeste do Nilo, na direção do sol poente. Os egípcios acreditavam que, enterrando seu rei numa pirâmide, ele se elevaria e se juntaria ao sol, tomando o seu lugar de direito com os deuses. 

Para os teósofos, as pirâmides eram utilizadas no Egito Antigo para a iniciação dos faraós e de certos membros da nobreza e da família real nos sagrados rituais Secretos de Ísis e Osíris, a Mãe e o Pai simbólicos da Sagrada Família egípcia. 

A bailarina e coreógrafa Lisa Lima explica que concebeu o espetáculo pensando na ideia do simbolismo sagrado das pirâmides egípcias. “A base da pirâmide é quadrada e representa a terra e os quatro elementos da natureza. O ápice é o ‘ponto final’ e o ‘ponto inicial’ de todas as coisas, o ‘centro místico’, a divindade. Estabelecendo a ligação entre a base e o ápice estão as faces triangulares da pirâmide, que simbolizam o fogo como revelação divina e como princípio da criação”.

Para a numerologia, a pirâmide é um símbolo que está associado ao número sete, que se refere aos sete planos de consciência existentes no universo. A pirâmide é uma combinação do número quatro (a base da pirâmide) e do número três (o triângulo). O número quatro representa o mundo manifestado e o número três, o mundo espiritual, de modo que a pirâmide pode ser entendida como a união do corpo e da alma. 

Para vivenciar esta experiência mística da Pirâmide Sagrada, por meio da dança, o Estúdio Lisa Lima convidou a bailarina Alika Hanan, de São Paulo. Alika é bailarina há 15 anos, realiza shows na Casa de Chá Khan el Khalili, na capital paulista, já dançou na Argentina e na Espanha. Foi a segunda colocada no concurso do Mercado Persa em 2008.  

Participam também os bailarinos Hilton Alves, Cleyton Fernandes, e Rafael Cristo, de Campo Grande, com a dança masculina árabe. 

A direção e coreografia são de Lisa Lima, iluminação e sonoplastia de Petre Mandaji, cenografia de Nilsa Leite, tesouraria de Nágila Lima e pesquisa e assessoria de comunicação de Karina Lima.  

A Companhia de Dança Lisa Lima foi fundada em 2003 pela professora, coreógrafa e terapeuta ocupacional Lisa Lima, que trabalha a dança do ventre de forma terapêutica utilizando também técnicas teatrais. A Cia. iniciou suas produções atuando em diversas peças teatrais com o Grupo “Tramas, Dramas & Aplausos” e já fez apresentações performáticas em locais alternativos, festas, eventos e casas noturnas de Campo Grande.  

Lisa Lima ministrou aulas de dança do ventre na Secretaria Estadual de Receita e Controle e participou da organização de eventos culturais pela Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social. Atualmente dá aulas em seu próprio estúdio, na academia Nativa e no projeto social Tocando em Frente.  

Apresentou-se em eventos no Centro de Convenções e na Anhaguera-Uniderp, além da criação dos espetáculos da Companhia: “Dançando entre amigos” no Sesc Horto, “Maktub”, no auditório do Crea-MS e “Mistérios Femininos”, “O Segredo do Egito”, “Ventre do Brasil”, “Cleópatra – A magia da sedução”, “Deusa Afrodite”, “Chakra do Coração”, “Arabesque Brasil”, “Luz do Ventre” e “Sentidos” no Teatro Aracy Balabanian.    

Serviço    

Os ingressos custam R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). A meia-entrada é valida para estudantes, professores, doadores de sangue e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro, uma hora antes do início do espetáculo. Ingressos antecipados à venda no Estúdio Lisa Lima, que fica na rua Pavuna, 27, sala 1, Itanhangá Park.     

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3326-5897 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre a Calógeras e a 14 de Julho.   

Contatos para imprensa: 

Lisa Lima: (67) 9244-8307

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Studio Lisa Lima agradece seu comentário!